4 de maio de 2011

Telecomunicações auto-sustentáveis

Por Adrian Rupp


- O que são as telecomunicações auto-sustentáveis?

As telecomunicações auto-sustentáveis são soluções para a comunicação a distância que permitem controle e manutenção do sistema pelos próprios usuários. A partir desta definição traçamos uma divisão entre as tecnologias que permitem um uso livre e autônomo e as tecnologias que impõem a dependência. Geralmente as soluções que trazem mais liberdade são pouco conhecidas em relação aquelas que nos exigem grandes quantias em dinheiro. Neste artigo quero apresentar as alternativas. Vou usar aqui a sigla T.A. para telecomunicações auto-sustentáveis.


- Telecomunicações são mesmo necessárias?

É possível uma comunidade se desenvolver sem utilizar telecomunicações. Tanto no presente quanto ao longo da história, existem exemplos de comunidades que não utilizaram nenhum sistema de telecomunicações. Portanto, o uso destas soluções é dispensável. A alternativa é simplesmente se comunicar apenas pessoalmente, indo fisicamente de encontro com as pessoas com quem se quer comunicar. Isso é vantajoso por poupar os recursos que seriam utilizados nas telecomunicações e permitem relações com mais confiança, feitas olho no olho. Por outro lado, o uso de telecomunicações permite uma comunicação mais rápida e frequente. As pessoas no geral já não conseguem se imaginar sem ter essas tecnologias, mas na realidade é completamente viável uma comunidade excluir estes sistemas na maioria das situações.


- Quais são as vantagens do uso de telecomunicações auto-sustentáveis?

Já existem milhões de reais sendo investidos na divulgação das vantagens do uso de telecomunicações não auto-sustentáveis. Vamos analisar a outra parte da história:

- Economia:
Na maioria dos casos a implementação de T.A. é mais cara do que de soluções não-auto-sustentáveis. Porém uma vez estabelecidas, as T.A. tem custo financeiro próximo de zero.

- Privacidade:
Hoje existe um elevado controle sobre o conteúdo de telecomunicações. Alguns dizem existir um complexo sistema que monitora todas as telecomunicações chamado Echelon. Sendo ou não verdade, o que existe de oficial sobre a falta de privacidade nas telecomunicações convencionais é o suficiente para alguns sistemas de T.A. se tornarem muito atraentes para quem preza sua intimidade.

- Segurança em catástrofes:
Os sistemas de T.A. são mais seguros que os convencionais diante de situações de catástrofes. Em situações extremas, linhas de celulares ficam congestionadas, linhas de telefone fixo e Internet ficam sem sinal. Por este motivo, normalmente militares usam T.A. no lugar de sistemas convencionais que tendem a falhar justamente no momento mais crítico. Autonomia e segurança andam juntas assim como dependência e insegurança. Sistemas de T.A. também possuem melhores chances de escapar do controle de governos totalitários, principalmente as soluções de T.A. menos conhecidas.


- Quais são as características dos sistemas de telecomunicações auto-sustentáveis?

Tentei listar abaixo os prós e contras das principais tecnologias para T.A. Não tenho domínio pleno sobre cada uma delas então minha abordagem é um tanto superficial. Mas creio que pode ser útil como ponto de partida para conhecer melhor estas tecnologias.

- Walkie-talkie:
**Contra:
Dependência de eletricidade
Baixo alcance (menos de 50 Km)
Manutenção complexa: exige conhecimentos de eletrônica, componentes eletrônicos sobressalentes.
**A Favor:
Portátil
Comunicação instantânea.
Rápida de estabelecer: Não é necessário criar uma infra-estrutura, basta comprar ou fazer dois ou mais Walkie-talkies.

- Pombo Correio:
**Contra:
Exige que o pombo seja levado até o local de onde sairá a mensagem.
Exige espaço para um pombal.
Exige cuidados constantes com o pombo de saúde ou alimentação.
Não pode levar mensagens para o espaço ou fundo do mar.
**À Favor:
Alto alcance (mais de 500Km).
Junto com os microSD permite a transmissão de grande volume de conteúdo digital: programas, vídeos, textos, imagens, sons.
Não depende de eletricidade.
Alto nível de auto-sustentabilidade: Fácil de manter um uso autônomo por décadas, sem precisar novas compras.

- Radio amador:
**Contra:
Exige habilitação junto ao governo.
Dependência de eletricidade.
Manutenção complexa: exige conhecimentos de eletrônica, componentes eletrônicos sobressalentes.
**À Favor:
Alto alcance (pode se comunicar até com estações espaciais).
Comunicação instantânea.

- Sinal de fumaça:
**Contra:
Baixo alcance (menos de 30 Km)
Não funciona em noite escura ou neblina.
Exige visão direta entre emissor e receptor.
Limitações no conteúdo das mensagens: Poucos sinais diferentes e poucos significados.
**À Favor:
Não depende de eletricidade.
Rápida de estabelecer: Não é necessário criar uma infra-estrutura, basta ter material para queimar e para cobrir uma fogueira.
Manutenção simples.
Comunicação instantânea.
Alto nível de auto-sustentabilidade: Fácil de manter um uso autônomo por décadas, sem precisar novas compras.

- Ronja:
**Contra:
Baixo alcance (menos de 2 Km)
Exige visão direta entre emissor e receptor.
Dependência de eletricidade.
Manutenção complexa: exige conhecimentos de eletrônica, componentes eletrônicos sobressalentes.
**À Favor:
Comunicação instantânea.
Permite alto volume de tráfico digital.

Observação:
Qualquer sistema destes pode ter seu alcance ampliado com estações de retransmissão


Outras soluções diversas

Rede privada de telefonia
Dois ou mais telefones podem ser ligados para viabilizar a telecomunicação na comunidade. Interessante em casos onde gritar, usar megafones ou correr não são alternativas eficientes.
Instruções de como fazer:
Esquema simples entre dois pontos:
http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:Y5gv2_LohqsJ:efeitoazaron.com/2009/02/11/como-construir-um-intercomunicador-usando-telefones/+esquema+telefones&cd=10&hl=pt-BR&ct=clnk&gl=br&client=firefox-a&source=www.google.com.br
Linha telefônica privada
http://eletronicos.etc.br/linha-telefonica-privada/

Rádio de Galena
Rádio galena é um receptor sinais de rádio AM que funciona sem eletricidade.
Como fazer um:
http://py2ohh.w2c.com.br/trx/galena/galena.htm
Ou
http://www.feiradeciencias.com.br/sala15/15_33e.asp
Ou
http://www.bn.com.br/radios-antigos/montagem.htm

Rede de computadores
Redes de computadores também podem ser usadas para telecomunicações dentro de comunidades. Para comunicações com outras comunidades o cabeamento torna essa alternativa muito cara e de difícil manutenção. Não consigo imaginar agora que tipo de situação justificaria este desenvolvimento, já que é mais complexo do que uma rede telefônica privada e tem a mesma utilidade. Sistemas wireless podem permitir comunicação entre comunidades mas são mais caros.
Ronja:
http://pt.wikipedia.org/wiki/RONJA
Redes Mesh:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Redes_Mesh
Como fazer um cabo de rede
http://www.centralaudioevideo.com.br/cabo.htm
Como criar "cabo crossover" e "cabo direto"
http://www.infowester.com/tutcabosredes.php
Informática sustentável
http://sustentacomuni.blogspot.com/2009/11/informatica-sustentavel.html

Telepatia
A telepatia não é aceita como realidade pela maioria das pessoas, mas creio que merece ser estudada já que seria o ideal em termos de T.A.: comunicação direta sem a necessidade de equipamentos.


- Como implementar um sistema de T.A.?

Acredito que cada comunidade deve decidir que sistema vai usar considerando em primeiro lugar os sistemas utilizados pelas comunidades vizinhas. Para utilizar um sistema de pombos correio, por exemplo, as comunidades precisam ter pombais e treinar os pombos. Claro que uma comunidade pode usar isoladamente, qualquer destes sistemas. Tanto para comunicações dentro da própria comunidade, quanto para se comunicar com algum membro que esteja viajando. Mas o potencial do sistema fica melhor explorado, quando no minimo duas comunidades próximas compartilham o mesmo sistema. Assim creio que seria interessante a comunidade, que quer implementar um novo sistema, expor sua ideia para as demais explicando os benefícios e custos, antes de optar por usar um sistema que pode por fim ter uso só interno.
Uma comunidade pode ofertar/trocar recursos para T.A. na medida em que é capaz de produzir excedentes. Pombos correios se reproduzem, equipamentos eletrônicos podem ser produzidos numa oficina eletrônica. Existe um grande potencial de mercado deste tipo de item uma vez que é um tema pouco desenvolvido nas comunidades auto-suficientes.

Só é vantajoso preferir as T.A. se a comunidade assume a manutenção do sistema, seja treinando pessoas e/ou criando uma oficina de eletrônicos. De outro modo as tecnologias se perdem com o tempo e as T.A. podem se tornar mais caras do que as telecomunicações convencionais.

Para quem quer conhecer mais o tema:
CD Telecomunicações
http://sustentacomuni.blogspot.com/2011/02/cd-telecomunicacoes.html

2 comentários:

  1. Muito legal. Estamos certos no caminho incerto. Parabéns! Um grande abraço, Anand Sampurno.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto Adrian! Eu tenho pesquisado telepatia, mas requer uma transformação biológica profunda nos seres humanos... abraço!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...